sábado, 7 de fevereiro de 2009

33) Quando os jogos de corrida vão até nenhum homem jamais sonhou...

Mais um carnaval chegando...E com ele mais um post do GAMERETRÔ!!!

Nesse pouco mais de um ano de blog (com apenas 33 posts... Que vergonha!!) comentei sobre inúmeros jogos, dos mais variados gêneros. Entretanto, ainda não comentei sobre jogos de corrida. Não porquê eu não goste do gênero, muito pelo contrario. Bom, mas esse involutário tabu se encerra hoje. O jogo em questão não se trata de um simulador de F-1, nem um Ayrton Senna's Super Mônaco GP, ou de F-Indy, ou mesmo um Rally percorrendo diversas pistas no Mundo. No jogo em questão, corremos com bólidos construídos com tecnologia ultramente avançada para percorrermos várias pistas no UNIVERSO! Sim, no Universo!!! Duvida? Então apresento a vocês....



1) Nome do jogo - Top Gear 3000

2) Plataforma - SNES

3) Datas de Lançamento - EUA - 27 de Abril de 1995
Japão - 28 de Abril de 1995

4) Produtora - Gremlin Graphics

5) Distribuidora - Kemco

6) Gênero - Corrida

7) História (Tradução livre e adaptada do manual de instruções que acompanha o cartucho) - O Ano é 2962. Cinco séculos passaram desde a XVII Guerra Mundial, que devastou a maioria dos planetas colonizados da Via Láctea. O conglomerado galáctico de planetas unificados, controla o departamento de entretenimento (Bureau of Reasonable Entertainment), conservando uma era de aparente calmaria, sem maiores exaltações ou protestos de todos os habitantes que povoam as 12 estrelas que estão sob a sua jurisdição.

Entretanto, ainda se podem encontrar alguns habitantes que resolvem combater o marasmo em que se encontram, e que promovem uma baderna generalizada em todos os sistemas. Para esse elementos, só há apenas uma solução para o efadonho e tranquilo século XXX: The Top Gear 3000 Challenge! Uma vez a cada século, os mais bravos e habilidosos competidores resolvem competir nesse campeonato interplanetário em busca da glória!

8) Impressões Pessoais - Os jogos de corrida remotam desde a década de 80. Muitos old-gamers tiveram suas primeiras experiências em jogos como "Enduro", no Atari, ou "Pole Position", nos fliperamas. Esses dois jogos foram os primeiros da lista durante muito tempo. Mais tarde, já com os sistemas 8-bits, o NES comandava a jogatina com clássicos como "Excite Bike". Já a era 16-bits foi bastante prolífica em termos de jogos de corrida (com você pode comprovar aqui e aqui), onde a grande maioria primava por uma jogabilidade mais arcade, já que os seus respectivos hardwares ainda não proporcionavam todos os requisitos para jogos mais realísticos.

Dentro desse mundo de jogos, a Kemco resolve lançar em 1992 Top Gear. Considerado por muitos o melhor jogo de corrida do SNES (e um dos melhores jogos do console), o jogo não tardou muito a alcançar os píncaros do sucesso. Muito do seu sucesso deve-se a jogabilidade arcade bem calibrada, e também a clássica trilha sonora do jogo. Um ano depois, foi lançada a continuação, "Top Gear II", que, surpreendentemente, trazia uma jogabilidade um pouco mais realista, além da possibilidade de fazer upgrades em seu bólido motorizado com grana ganha durante as corridas. Entretanto, esses dois primeiros jogos, apesar de serem ótimos, eram apenas os preparativos para a verdadeira obra de arte da série...

Assim, em 1995, veio o supra-sumo da série, Top Gear 3000. Aqui a Kemco (junto com a Gremlin Graphics) resolve radicalizar de vez a série, transportando-a a mais de 1000 anos depois, com uma corrida pela Via-Láctea, com direito a vários upgrades fodásticos para o seu bólido interplanetário como motores movidos a fusão nuclear, kits de armadura a base de cobalto-titânio, e uma caixa de marcha feita de um tipo especial de polímero líquido, fazendo com que os seus carros cheguem a velocidades absurdas (eu já cheguei a mais de 900 Km/h).

Essa mudança radical fez com que alguns torcessem o nariz para a discrepância em relação ao "realismo" do jogo anterior. Mas muitos outros (eu incluído) passaram a realmente gostar e conhecer a série a partir desse título.

Outro ponto que merece atençãosão os gráficos. Especialmente em relação ao design das pistas, já que muitas delas contavam com várias bifurcações e caminhos alternativos. Para poder processar essas gráficos mais rapidamente, sem que houvesse perda da sensação de velocidade proporcionada pelo jogo (que, acredite, é uma das melhores do gênero,só comparável a F-Zero), o jogo dispunha de um chip especial, o DSP-4 (Digital Signal Processor). Com isso, as pistas (especialmente as bifurcações) poderiam ser geradas sem queda de frame rate, aumentando, assim, a imersão do jogador.

A trilha sonora também é digna de nota. Se não é tão memorável quanto ao do jogo original, ela não faz feio, sendo de altíssima qualidade. Os efeitos sonoros também são excepcionais, simulando muito bem os sons de uma corrida (ainda que seja uma corrida futurista), fazendo com que o jogador mergulhe de cabeça no jogo. A prova disso é que, para escrever essas parcas palavra fiquei uma tarde inteira jogando, chegando ao final do jogo no hard mode (são 37 pistas ao todo), sem me cansar em nenhum momento. E não é a primeira vez que faço isso!

Por tudo isso, Top Gear 3000 é o jogo definitivo de corrida para o SNES. Foi uma jogada ousada da Kemco virar de ponta-cabeça a sua série de corrida, mas que rendeu um dos títulos mais divertidos para o console.

9) Fotos do jogo -






3 comentários:

Aminaw disse...

Ótimo jogo mesmo.
Muitos amigos meus preferem o TG2,
mas o 3000 pra mim sempre foi insuperável. Em matéria de corrida, esse jogo e Mario Kart me proporcionaram muitas horas de diversão, deu vontade de jogar essa pérola novamente.

Márcio Filho disse...

Peço desculpas por entrar em contato por aqui, mas depois de longa procura, não achei um e-mail de contato nem nada parecido! =D

Prezado A.L.A.S.,

Torço para que esteja bem!

Para dar início a nossa conversa, gostaria de expressar minha admiração pelo trabalho que realiza em seu blog. Sempre que tenho oportunidade estou visitando o seu espaço online, onde pode compartilhar com a galera que gosta de games opiniões e análises sobre o que vem acontecendo de importante dentro do universo gamer!

Fazer isso em nosso país - onde falar sobre games já é difícil – com tamanha destreza e humor é louvável e tenho certeza que você continuará a fazê-lo, pois pela qualidade dos textos, isso deve lhe dar extremo prazer! Vida longa!

Queria aproveitar o ensejo e lhe contar um pouquinho da história de um inovador produto, que acaba se cruzando um pouco com a minha própria, e – para a sua surpresa – também com a sua.

Desde pequeno, sou fã do mundo dos games e observador desse mercado. Para minha tristeza, não tive a habilidade necessária para destacar-me como exímio jogador – rs. – e busquei fazê-lo enquanto estudioso do assunto, buscando obter a maior quantidade possível de conteúdo sobre games do mundo inteiro.

Observação e estudo me levaram a enxergar que, apesar do enorme número de fãs que o mercado de games possui no Brasil, são inexistentes canais onde o usuário encontre tudo congregado, unificado, de forma a facilitar o acesso ao conteúdo. Você encontra notícia em um lugar, previews e reviews em outro, fóruns quase inexistentes, e-commerce pouco detalhado, nenhuma coluna de games ou mesmo um espaço onde os gamers possam blogar próximos ao seu público. Pior ainda, nenhum dos grandes canais permite que ele PARTICIPE, escrevendo, comentando, blogando, enfim, fazendo parte desse mundo.

Por conta dessa história que temos em comum de paixão com os games e tecnologia, estou entrando em contato contigo para que possamos estreitar nossas relações e para que possa lhe contar sobre um super projeto ligado à área na web latinoamericana!

Para isso, gostaria que você entrasse em contato comigo através dos e-mails abaixo, com a maior brevidade possível!

Grato pela atenção dispensada, despeço-me colocando-me a disposição para sanar quaisquer dúvidas.

Abraços,
Márcio Filho
Editor Executivo – EArenaGames.com.br
55 21 22627851
55 21 81092542

marcio@earenagames.com.br – www.earenagames.com.br

Dênio disse...

O melhor jogo de corrida de todos os tempos. Pena que ainda é antigo.
Participem desta comunidade galera e vamos lutar por um Top Gear 3000 mais decente! Obrigado!